Iugoslávia

› 1 de abril de 2010

Adeus, Iugoslávia

(Atenção: este blog foi aposentado. No lugar dele, surgiu o Gabriel Quer Viajar. Vá lá. É muito mais bonito e tal.)

R.I.P. Iugoslávia

Na última quarta-feira, dia 30 de março, o derradeiro vestígio do país que um dia foi chamado de Iugoslávia sumiu do mapa.

Ou melhor, sumiu da rede.

O domínio .yu, destinado aos sites hospedados no ex-país do carniceiro Milošević, foi oficialmente tirado do ar pela Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (Icann, em inglês), a entidade que cuida de todos os domínios de países (e que, certa vez, provavelmente em uma piada de um funcionário brasileiro, resolveu dar a Cuba o domínio .cu).

El cu es nuestro! (Foto: filsinger - Flickr)

Para quem nasceu a partir de 90 e matou algumas aulas de História, a Iugoslávia era formada por Eslovênia, Croácia, Macedônia, Bósnia-Herzegovina, Montenegro e Sérvia. Depois de muita guerra, ficou apenas com sérvios e montenegrinos, que, por sua vez, sepultaram o nome original ao virarem o país chamado Sérvia e Montenegro, em 2003.

Em 2006, eles foram oficialmente separados, dando lugar a dois países independentes, cujos domínios na internet agora são .me (de Montenegro) e .rs (da Sérvia, para a provável revolta dos gaúchos).

Isso sem falar em Kosovo, que segue numa pendenga internacional, tentando se livrar dos sérvios e também ficar independentes.

Não é todo mundo que tem a oportunidade de acompanhar o tiro de misericórdia em um país. Muito menos acompanhar o primeiro domínio nacional a deixar de existir (me corrijam se eu estiver errado, por favor). Então, não sei para você, mas, para mim, 30 de março de 2010 foi um dia histórico.

Para comemorar o acontecimento, fiquei aí com a foto da última Miss Iugoslávia (2002), Ana Šargić.

Ana Šargić, a última Miss Iugoslávia (2002)

- Gabriel Prehn Britto
2 comentários