Índia

› 27 de julho de 2010

Os últimos serão os últimos

(Atenção: este blog foi aposentado. No lugar dele, surgiu o Gabriel Quer Viajar. Vá lá. É muito mais bonito e tal.)

Não mudei minha teoria de que qualquer lugar do mundo tem algo que faz valer uma viagem. Mas dia desses me peguei pensando nos lugares que ficariam no fim da minha lista de desejos, aqueles que eu deixaria para conhecer só depois de ter visitado praticamente todos os outros possíveis.

Acabei em um resultado que deve encontrar opositores ferrenhos, decepções com este pobre aprendiz de viajante, ameaças de morte e xingamentos pesados. Tudo bem, respeito opiniões diferentes e os amantes destes destinos podem me avacalhar à vontade. Só peço que deixem minha mãe de fora dos insultos, ok? Grato.

—————————————–

Antepenúltimo: Itália

Toma!

Oooh! Supremo sacrilégio! Sim, eu sei. A Itália é pura história e tem mais atrações do que gente bebendo espresso (com S, grafia italiana). Mesmo assim, não tenho esse fascínio todo pela bota. Talvez seja birra por não ter passaporte italiano, trauma pós-Copa 82 ou alguma repulsa ao sotaque do Tony Ramos na novela, não sei. Minha mulher tem muita vontade de ir, e eu já disse que podemos combinar uma viagem separados e nos encontrar em outro país. Enfim, scusa. Se ameniza a decepção, saiba que eu adoro pizza.

—————————————–

Penúltimo: Paquistão

Paquistão

É uma pena, porque eu adoraria fazer o “Tourzão” (o passeio pelos países centro-asiáticos que terminam em ÃO). Mas o Paquistão não me apetece, ainda mais com os problemas de violência mais recentes. Para piorar, sempre me pareceu a cara do último colocado desta lista, o que não ajuda em nada.

—————————————–

Último: Índia

Raj

Que os deuses hindus me perdoem pelas palavras a seguir: não tenho atração pela Índia. Um dia eu irei, claro, mas hoje a vontade de embarcar para Mumbai & Cia. é zero. Até me sinto atraído por alguns pontos do país, como Goa e Dharamsala, mas o resto não tem nenhum apelo sobre mim. Nem mesmo o curry. Nem o Taj Mahal. Nem mesmo o Ganges. Nem mesmo o meu querido Raj Koothrappali.

—————————————–

Alguém se anima a fazer um Por Que Pra Lá? destes lugares para me convencer a ir antes de todos os outros?

- Gabriel Prehn Britto
5 comentários
› 28 de setembro de 2009

Pátrias gastronômicas

(Atenção: este blog foi aposentado. No lugar dele, surgiu o Gabriel Quer Viajar. Vá lá. É muito mais bonito e tal.)

Em homenagem aos Destemperados, um post sobre algo que descobri via @Kidids.

São imagens de uma campanha publicitária de algum produto que não consegui descobrir qual é, mas não importa. Aliás, nem precisa explicar. É só olhar e ter vontade de viajar - ou pelo menos vontade de ir para um restaurante de comidas típicas de cada um dos países abaixo.

Itália

Itália, a melhor bandeira de todas.

Brasil

Brasil: caipirinha, abacaxi e uma fruta estranha (é um abacate?).

China

China. Não me pergunte, não sei o que é esse bolinho.

França

França. Esse blue cheese tá forçado, mas c’est la vie.

Grécia

Grécia. Isso deve ser bom, hein?

Índia

“Que que esse hindu tá fazendo aqui?”

indonesia

Indonésia. Arroz e pimenta, super-sofisticado.

japan_1489196i

Japão. Isso é carne de baleia?

Libano

Líbano. Muito bom, mas deve ter muita cebola.

korea_1489194i

Coreia. A do sul, porque a do norte não tem comida pra ser representada.

oz_1489193i

Nunca vi isso no Outback, mas dizem que é australiano.

swizerland_1489187i

Suíça. Sempre achei que falta uma vaca nessa bandeira. Pelo menos tem o queijo.

vietnam_1489189i

Vietnã. Não lembro de ter comido esse ouriço rosa. Ou comi? É cachorro?

- Gabriel Prehn Britto
6 comentários
› 26 de janeiro de 2009

Índia, em inglês, no STB Brasas

Para quem estiver acompanhando a nova novela das 20h da Globo, para quem estiver planejando uma viagem, para quem só tiver curiosidade mesmo ou para quem quiser ficar longe do Little Joy (como eu), nesta terça-feira, dia 27, acontece um Brasas Chat sobre a Índia, na STB Brasas. O apresentador é o mega-viajado Beto Conte.

O Brasas Chat começa às 19h30 e, vale lembrar, é todo em inglês.

O endereço da STB é Anita, 1515. E o telefone para reserva de lugares é 4001.3010.

Tentarei estar lá.

- Gabriel Prehn Britto
0 comentários
› 11 de janeiro de 2009

Um luxo de trem, um lixo de site

Quem gostou do filme Viagem a Darjeeling (The Darjeeling Limited - 2007) e curte aquele tipo de viagem onde o próprio hotel é uma das atrações vai gostar dessa notícia.

Hoje, 11 de janeiro, começa a operar o Royal Rajasthan on Wheels, um trem de alto luxo que promete mostrar o melhor da Índia a hospedes endinheirados e amantes da vida sobre os trilhos. Cada noite nos vagões chega a custar 2 mil doletas, uma bela grana.

A título de curiosidade, a Índia tem outros trens de luxo como esse. Um deles, o Palace on Wheels, está com lotação esgotada até 2010. Ao que parece, tá cheio de gente querendo conhecer a Índia sem ter que interagir muito com a população local.

Para terminar, dá um bico no site “provisório” do Royal Rajasthan on Wheels. Dispensa comentários.

UPDATE em 17/01: O site provisório já foi modificado. Uma pena, porque o outro era engraçadíssimo.

- Gabriel Prehn Britto
0 comentários