2008 - Camboja, Vietnã e Laos

LUANG PRABANG

(Fotos no fim do texto)

Para mim, a pequena cidade de Luang Prabang, no Laos, foi o ponto alto de toda a viagem. Talvez tenha sido pela diferença marcante entre a calma laosiana e a correria caótica do Vietnã. Talvez tenha sido o policial da imigração no aeroporto de Luang Prabang, o primeiro funcionário simpático que vi nessa função em minha vida, que me ensinou a falar “bom dia” e “obrigado” na língua local enquanto eu aguardava o meu visto, e depois ainda soltou um “Yesss!” quando eu acertei a pronúncia ao agradecê-lo pelo carimbo de entrada. Não sei. Só sei que Luang Prabang foi a cidade mais acolhedora, aconchegante, tocante, linda e com pessoas mais simpáticas que vi na Ásia. Gostaria de ter passado muito mais tempo por lá, até mesmo porque cheguei no início da celebração do ano-novo laosiano, que as pessoas comemoram jogando água umas nas outras na rua, algo divertido e refrescante no meio de um calor de 40 graus. Certamente voltarei um dia.

COMO CHEGUEI: De avião, desde Hanói.

QUANTO TEMPO FIQUEI: Duas noites e três dias.

QUANTO TEMPO RECOMENDO: A cidade é pequena e pode ser conhecida em um dia. Mas vale a pena ficar mais para conhecer tudo que a região oferece. Três noites é o bastante para sair de lá com vontade de ficar muito mais.

(Espere todos os thumbnails aparecerem para ver o slideshow)

Vista geral de Luang Prabang, do alto do monte Phu Si.